domingo, 9 de agosto de 2009

A REVOLTA...



Ao defender as grandes penalidades, Quim permitiu ao Benfica ficar, pela primeira vez, com a Taça Eusébio, e tornou-se o herói da noite.
Depois, bem, depois correu para os sócios, para manifestar o seu descontentamento...
Vi o que se passou, ouvi as suas declarações, no final do jogo, e entendi a sua revolta.
Quim considera-se, com razão, um guarda-redes que ainda tem muito para dar ao Benfica, como ontem ficou demonstrado, e sente-se injustiçado por ver o seu nome, frequentemente, na comunicação social, como um dos possíveis dispensados.
E por isso, correu para os sócios, para soltar a sua angústia, porque ele sabe que, afinal, eles são seus aliados, porquanto também não gostam da permanente especulação sobre entradas, e saídas, de jogadores, muitas das quais nunca se concretizam...
A revolta de Quim não é com os sócios do Benfica, mas com aqueles que passam as noticias para a imprensa, e tenho para mim que ele sabe quem são, ou desconfia...
O seu gesto, bem significativo, tinha destinatários, mas não eram, estou certo, os sócios do Clube...

1 comentário:

  1. Parabéns pela vitoria de teu timão.


    Sandra Bianchi

    ResponderEliminar